Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Chile decreta estado de emergência após protestos em Santiago

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Chile decreta estado de emergência após protestos violentos

Chile vive um dia de caos, com incêndios em vários pontos da capital Santiago, saques e destruição.

Sebastián Piñera, presidente do Chile, decretou estado de emergência na madrugada deste sábado (19) após protestos que tomaram estações de metrô na capital Santiago.

As manifestações, que aconteceram contra a elevação no preço das passagens, terminaram em violência.

De acordo com o balanço parcial, 19 estações de metrô e 16 ônibus urbanos sofreram danos, e 180 pessoas foram presas.

O presidente Piñera declarou:

“Diante dos ataques sérios e repetidos e contra as estações e instalações do metrô de Santiago, contra a ordem pública e a segurança pública, declarei estado de emergência nas províncias de Santiago e Chacabuco, e nos municípios de Puente Alto e San Bernardo, na região metropolitana.”

E, segundo o site G1, acrescentou:

“O objetivo deste estado de emergência é muito simples, mas muito profundo: garantir a ordem pública, a tranquilidade dos habitantes da cidade de Santiago, proteger bens públicos e privados e, acima de tudo, garantir os direitos de todos.”

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias