Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Chile é o primeiro país da América Latina a proibir sacolas plásticas

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

O Chile se tornou o primeiro país da América Latina a proibir completamente o uso de sacolas plásticas em todos os departamentos comerciais de seu território.

O presidente chileno, Sebastián Piñera, reeleito em março deste ano, foi pessoalmente a Santiago para celebrar a publicação da lei no Diário Oficial da última sexta-feira (3).

Na capital do país, o mandatário distribuiu bolsas de pano pelas calçadas.

‘O nosso objetivo é passar gradualmente da cultura ‘usa e descarta’ àquela saudável dos materiais recicláveis e da economia circular’, comentou.

A lei proíbe os estabelecimentos comerciais de entregarem sacolas plásticas, exceto em casos cuja embalagem seja necessária para higiene ou para evitar o desperdício de alimentos.

A legislação estabelece multa de U$ 370 por cada sacola plástica entregue e vale em todo o território chileno.

A iniciativa pretende eliminar o uso de sacolas plásticas nos próximos dois anos. “O Chile é um dos primeiros no mundo a dizer ‘tchau!’ para as sacolas plásticas. Acredito que isso seja bom para o Chile, para a América Latina e para o mundo”, adicionou Piñera.

A medida, que já tinha sido aprovada em maio pelo Congresso, estabeleceu que, a partir de agora, as empresas têm seis meses para eliminar as sacolas plásticas, enquanto o comércio de pequeno porte tem dois anos para se adaptar às novas normas.

 

Com informações da UOL

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email