China quer abolir limite de dois mandatos para presidente

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Caso aprovada, a mudança proposta pelo Comitê Central do Partido Comunista permitiria que Xi Jinping pudesse ser eleito pela terceira vez.

Comitê Central do Partido Comunista da China propôs neste domingo (25) a eliminação do limite de dois mandatos para presidente e vice-presidente.

Após uma sessão de estudo na qual o próprio presidente participou, o comitê propôs a retirada da Constituição chinesa da expressão que indica que o presidente e o vice-presidente não servirão mais de dois mandatos consecutivos.

Além disso, o Comitê propôs outras mudanças na Carta Magna, como agregar uma frase que enfatize a liderança do PCC. “A direção do Partido Comunista da China é a caraterística definidora do socialismo com caraterísticas chinesas”, aponta a proposta.

Esta reforma constitucional será discutida a partir de segunda-feira em um plenário de três dias de duração, mas não será apresentada aos legisladores para que a votem até março, quando ocorrerá a sessão anual da Assembleia Popular Nacional (legislativo).

 

Com informações de: [BOL]

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.