China acusa EUA de abrir fogo contra o mundo

A China afirmou nesta quinta-feira (5) que os Estados Unidos estão “abrindo fogo contra o mundo todo” com as novas tarifas de importação adotadas pelo governo de Donald Trump.

O Ministério do Comércio do regime comunista ainda revelou que não tem intenção de iniciar uma guerra comercial, mas garantiu que Pequim irá reagir instantaneamente contra as tarifas sobre a importação de produtos “Made in China”.

O alerta da China acontece na véspera do início da nova taxação do governo norte-americano sobre US$ 34 bilhões em importações de produtos chineses. A medida começa a valer nesta sexta-feira (6), a partir do meio-dia (no horário de Pequim).

O regime comunista chinês alegou que não vai “disparar o primeiro tiro”, mas, caso as taxas norte-americanas sobre seus produtos entrem mesmo em vigor, imediatamente o país responderá na mesma altura e aplicará tarifas sobre bens dos Estados Unidos.

O porta-voz do Ministério do Comércio da China, Gao Feng, ressaltou hoje que o país “não se curvará diante de ameaças e chantagens” de Washington.

“As medidas dos EUA estão essencialmente atacando as cadeias globais de oferta e de valor. Para simplificar, os EUA estão abrindo fogo contra o mundo todo, incluindo contra si mesmo”, acrescentou Gao.

 

Com informações da Isto É
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia