Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

China acusa EUA de usar coronavírus para ‘espalhar pânico’

EUA aplicam sanções contra empresa da China por negociar com Irã
COMPARTILHE

“O governo americano não nos deu até agora nenhuma ajuda substancial”, disse o regime chinês.

Em meio ao surto de coronavírus, o regime da comunista da China acusou o governo dos Estados Unidos de “criar e espalhar o pânico”.

Pequim criticou duramente, nesta segunda-feira (3), os EUA por ter iniciado restrições contra cidadãos chineses em consequência da infecção.

Hua Chunying, porta-voz da diplomacia de Pequim, declarou:

“[O governo dos EUA] foi o primeiro a retirar os funcionários do consulado em Wuhan, a mencionar a retirada parcial dos funcionários da embaixada e a impor uma proibição de entrada no território aos visitantes chineses.”

E, segundo a agência France-Presse, declarou:

“Não param de criar e espalhar o pânico, o que dá um exemplo muito ruim.”

O surto de coronavírus na China já provocou a morte de mais de 360 pessoas e a infecção de mais de 17 mil, de acordo com o último balanço oficial.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários