Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

China censura paródias na internet de seus heróis históricos

Tarciso Morais

Tarciso Morais

China prendeu pessoas que alertaram sobre coronavírus na web
COMPARTILHE

A China decidiu punir os sites que publicam paródias de “obras clássicas e de heróis” da história do país, como define o regime comunista.

As informações são do jornal Zero Hora:

Duas grandes plataformas chinesas de vídeos online, iQiyi e Sina, foram multadas por “distorcer e ridicularizar” algumas obras, anunciou o ministério chinês da Cultura, sem especificar o teor dos vídeos incriminados.

Uma empresa da província de Sichuan (sudoeste) teve que pagar “a maior multa prevista em lei” por um vídeo que fazia uma paródia de uma canção revolucionária.

“A cantata do Rio Amarelo”, uma canção patriótica escrita em 1939 para estimular os jovens a lutar contra a ocupação japonesa (1931-1945) já foi objeto de várias paródias, que não agradam as autoridades.

No caso da empresa de Sichuan, um vídeo mostrava os funcionários com gorros de ursos panda e entoando a canção, mas com uma letra que reclamava do atraso no pagamento dos bônus de fim de ano.

A China é um dos países do mundo que mais censura a internet. Algumas redes sociais e sites muito populares no planeta (Facebook, Instagram, Twitter e Google, entre outros) são bloqueados no país e a censura exige a supressão de boa parte do conteúdo.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.