Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

China classifica manifestantes em Hong Kong como ‘terroristas’

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
China classifica manifestantes em Hong Kong como 'terroristas'

Hong Kong já enfrenta dez semanas de protestos cada vez mais violentos entre a polícia e manifestantes antigoverno.

O escritório de ligação da China com Hong Kong disse, nesta quarta-feira (14), que os manifestantes antigoverno não são diferentes de “terroristas”.

Sediado em Pequim, o escritório, que também trata dos assuntos de Macau, alertou que crimes extremamente violentos precisam ser punidos com severidade, conforme a lei, informa a agência Reuters.

Os comunicados com palavreado contundente do regime comunista da China acontecem após confrontos violentos entre a população e batalhões de choque no aeroporto internacional de Hong Kong.

O aeroporto, que é um dos maiores polos de transporte do mundo, precisou cancelar centenas de voos nesta terça-feira (13), mas apresenta um cenário de relativa normalidade nesta quarta.

Enquanto Pequim segue enviando declarações fortes, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, alertou que tropas chinesas estão rumando para a fronteira com Hong Kong e pediu calma.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email