PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

China coage cidadãos do Tibete a ‘treinamentos vocacionais’ em massa

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Tibete vem sendo alvo de políticas de repressão da China para "manter a estabilidade" na região autônoma.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Um relatório produzido por Adrian Zenz, pesquisador independente do Tibete e Xinjiang, afirma que pastores e fazendeiros tibetanos estão sendo “submetidos a um treinamento vocacional centralizado de ‘estilo militar’, que visa reformar o ‘pensamento retrógrado’ e inclui treinamento em ‘disciplina de trabalho’, leis e de Língua chinesa”.

Em um estudo sobre essa nova política chinesa introduzida no Tibete, Zenz conta que os documentos afirmam que a “gestão rigorosa do estilo militar” do processo de treinamento vocacional “fortalece a fraca disciplina de trabalho [dos tibetanos]” e reforma seu “pensamento retrógrado”.

Os relatórios também afirmam que o Estado deve “parar de criar pessoas preguiçosas” e “diluir a influência negativa da religião”. 

Neste processo de “treinamento” elaborado por Pequim, os tibetanos são “encorajados” a entregar suas terras e rebanhos a cooperativas estatais — em troca de ações — e se tornam trabalhadores assalariados. 

Os treinamentos são feitos de acordo com as necessidade das indústrias, destaca o jornal Gazeta do Povo.

As revelações ocorrem em um momento de renovada pressão do regime comunista de Xi Jinping contra o separatismo no Tibete.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.