Português   English   Español
Português   English   Español

China começa a sentir os impactos das tarifas impostas por Trump

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Caso novas tarifas sejam impostas pelo governo dos Estados Unidos, Pequim irá retaliar, advertiu o porta-voz da chancelaria chinesa, Geng Shuang, durante uma coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira (1).

Geng Shuang acrescentou, conforme reportado pelo Sputnik:

A posição da China permanece clara e inalterada: chantagem e pressão por parte dos EUA contra a RPC [República Popular da China] nunca vai funcionar.

O porta-voz da chancelaria do regime comunista acrescentou:

Se os EUA tomarem medidas para agravar a situação, a China, indubitavelmente, adotará as contramedidas necessárias para proteger seus direitos e interesses legítimos.

Segundo informações do jornal Valor Econômico, a estratégia comercial dos Estados Unidos “começa a afetar o crescimento econômico” da China, “sinalizando que um estímulo maior pode estar por vir”.

Em matéria publicada dias atrás no Wall Street Journal (WSJ), o economista Donald L. Luskin explicou a razão pela qual a “China está perdendo a guerra comercial contra Trump”.

Além das atuais tarifas impostas pelo presidente Donald Trump, a Casa Branca anunciou que planeja introduzir tarifas de 25% sobre as importações de bens chineses, no valor total de 200 bilhões de dólares (R$ 750 bilhões).

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

TELEGRAM

Acompanhe todas as notícias através do nosso canal no Telegram.

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email:

Fique tranquilo(a), assim como você também odiamos spam, você poderá sair quando quiser :)

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias_

Pátria Educadora. Garanta sua vaga!