Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

China confisca quase 90 milhões de máscaras por má qualidade

China confisca quase 90 milhões de máscaras por má qualidade
COMPARTILHE

A demanda por equipamentos de proteção aumentou na China, que é o principal fornecedor mundial.

A China anunciou, neste domingo (26), que confiscou mais de 89 milhões de máscaras faciais de baixa qualidade.

A ação do regime comunista acontece à medida que crescem reclamações em todo o mundo de que muitos produtos importados do gigante asiático para combater a pandemia do coronavírus violam os padrões mínimos de qualidade.

Desde seu surgimento em Wuhan, em dezembro de 2019, o vírus já infectou mais de 3 milhões de pessoas em todo o mundo e causou mais de 200 mil mortes.

Nas últimas semanas, vários países europeus como Espanha, Holanda ou Finlândia se queixaram das máscaras que receberam da China, considerando que não atendiam aos padrões de qualidade.

A proporção dos produtos confiscados e exportados não foi especificada, destaca a revista Exame.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE