Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

China convoca diplomata dos EUA após votação sobre Hong Kong

Tarciso Morais

Tarciso Morais

China convoca diplomata dos EUA após votação sobre Hong Kong
COMPARTILHE

Pequim diz que EUA tenta “obter seu sinistro propósito de impedir o desenvolvimento da China aproveitando o problema de Hong Kong”.

A China criticou, nesta quarta-feira (20), a decisão do Senado dos Estados Unidos de adotar, na terça-feira (19), um texto que apoia os “direitos humanos e democracia” em Hong Kong.

Os congressistas dos EUA também aprovaram medida que proibiria a venda de gás lacrimogêneo, balas de borracha e outros equipamentos usados para reprimir os protestos que abalam o território semi-autônomo há meses, como noticiou a RENOVA.

Após o Congresso concluir a aprovação da medida, o tema será encaminhado diretamente para a assinatura do presidente Donald Trump.

Pequim reagiu com repulsa à decisão, advertindo que adotará represálias caso o texto seja adotado de forma definitiva por Washington.

O porta-voz do ministério das Relações Exteriores, Geng Shuang, foi enfático:

“[O objetivo dos EUA é] apoiar os extremistas e elementos anti-chineses que estão tratando de causar estragos em Hong Kong […] para obter seu sinistro propósito de impedir o desenvolvimento da China aproveitando o problema de Hong Kong.”

Nesta quarta-feira, o regime comunista convocou o encarregado interino da embaixada dos EUA, William Klein, para emitir “um protesto solene” contra o texto produzido pelos senadores, informa a agência AFP.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.