Português   English   Español
Português   English   Español

China critica corrida armamentista no espaço iniciada por Trump

China critica corrida armamentista no espaço iniciada por Trump
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

China se opôs nesta quarta-feira (19) à corrida armamentista no espaço, após o anúncio feito ontem pelo presidente americano Donald Trump sobre a criação de um “comando espacial”.

Este novo comando surge como um passo até a implantação da nova organização que Donald Trump quer criar no Exército americano: a Força do Espaço.

O porta-voz do Ministério chinês das Relações Exteriores, Hua Chunying, afirmou:

A China sempre apostou num uso pacífico do espaço, opondo-se à militarização do espaço e a qualquer tipo de corrida armamentista no espaço.

E acrescentou:

Somos ainda mais contrários à ideia de o espaço se tornar um novo campo de batalha.

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, explicou que o novo comando, que provavelmente se chamará Spacecom, será o 11º comando militar do Pentágono. Será responsável por supervisionar todas as atividades militares dos Estados Unidos no espaço.

Pence também lembrou que os Estados Unidos estão enfrentando atualmente a competição estratégica da Rússia e da China, que desenvolveram suas capacidades tecnológicas, especialmente no Espaço.

Adaptado da fonte Estado de Minas

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!