- PUBLICIDADE -

China demonstra irritação após Austrália anular acordo

China acelera retaliações comerciais contra a Austrália
- PUBLICIDADE -

As relações bilaterais entre China e Austrália entraram em crise em 2018.

Marise Payne, chanceler da Austrália, anunciou, nesta quarta-feira (22), a revogação do acordo assinado entre o estado australiano de Victoria e a China para participar do projeto chinês “Novas rotas da seda“.

A ministra australiana considerou que a iniciativa é incompatível com a política externa do país.

A notícia não foi bem recebida pelo Partido Comunista Chinês (PCCh), que classificou a decisão como um “dano grave” às relações bilaterais.

Wang Wenbin, porta-voz do ministério chinês das Relações Exteriores, advertiu:

“A parte chinesa se reserva o direito de adotar medidas complementares a respeito.”

Wenbin acrescentou:

“O governo federal australiano, de forma irracional, impôs o veto ao acordo de cooperação”, declarou o porta-voz da diplomacia chinesa.

E completou:

“Trata-se de uma interferência arbitrária em cooperações normais. Isto representa um dano grave para as relações entre Austrália e China e para a confiança mútua entre ambos países.”

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -