- PUBLICIDADE -

China denuncia manobra de avião de espionagem dos EUA

EUA denunciam censura da China contra Hong Kong
- PUBLICIDADE -

A denúncia chinesa ocorre em um momento em que as relações entre os dois países se deterioram a níveis históricos.

O regime comunista da China afirmou que um avião espião dos Estados Unidos entrou em uma zona proibida usada por militares chineses para realizar simulações com fogo real.

Pequim disse que viu o ato como uma provocação, como noticiou a mídia estatal nesta terça-feira (26).

O porta-voz do ministro da Defesa, Wu Qian, disse que o voo de reconhecimento do avião U-2 sobre uma área no norte do território chinês violou as regras de segurança em vigor entre as duas nações.

“A ação dos EUA pode ter levado a mal-entendidos e até acidentes”, disse o porta-voz, acrescentando que “tal ação é uma provocação óbvia”.

“A China se opõe fortemente a essas ações provocativas e faz protestos solenes do lado dos EUA”, acrescentou Qian, segundo a agência France-Presse.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -