China deveria perder as Olimpíadas de Inverno de 2022

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Ex-diretor dos EUA defende punição contra Pequim por causa da pandemia.

John Ratcliffe, ex-diretor de Inteligência Nacional (DNI) durante a administração do ex-presidente Donald Trump, afirmou que a China deveria perder a oportunidade de sediar os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022.

Em um artigo de opinião publicado, nesta segunda-feira (2), no portal da Fox News, Ratcliffe disse que a teoria do novo coronavírus escapando do Instituto de Virologia de Wuhan é “muito próxima da certeza“:

“Tive acesso a todas as informações confidenciais do governo dos EUA relacionadas à pandemia. Minha opinião informada é que a teoria do vazamento de laboratório não é apenas uma ‘possibilidade’, pelo menos é mais como uma probabilidade, senão muito próxima de uma certeza.”

O ex-chefe do DNI argumentou que Pequim deveria perder a oportunidade de sediar as Olimpíadas por causa de seus esforços para encobrir seu papel na origem da pandemia de Covid-19:

“Esse esforço deve começar com o governo dos Estados Unidos compartilhando o que sabe. A partir daí, deve continuar pelo Comitê Olímpico Internacional, negando ao Partido Comunista Chinês (PCCh) a capacidade de polir sua imagem global, apesar de seus crimes.”

Ratcliffe completou:

“Os sete valores olímpicos são amizade, excelência, respeito, coragem, determinação, inspiração e igualdade. O encobrimento do PCCh sobre as origens do vírus provou mais uma vez que eles não são amigos do mundo.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.