Português   English   Español

China diz que 2º bebê geneticamente modificado tem de 12 a 14 semanas

China diz que 2º bebê geneticamente modificado tem de 12 a 14 semanas
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O segundo feto humano geneticamente modificado na China tem entre 12 e 14 semanas.


O professor de Neurobiologia da Universidade de Stanford, William Hurlbut, afirmou:

“Na conferência de Hong Kong foi dito que a gravidez era detectável ‘quimicamente’ (em um teste de laboratório de níveis hormonais), mas era cedo demais para detectá-la clinicamente.”

Segundo os cálculos do professor, a partir desse dado, a gestação se encontraria neste momento “em uma categoria geral de entre 12 e 14 semanas”.

Em novembro de 2018, o cientista chinês He Jiankui causou perplexidade na comunidade internacional ao afirmar que tinha conseguido criar os primeiros bebês manipulados geneticamente para resistir ao vírus do HIV.

A revelação acarretou várias críticas, gerou sua demissão e levou as autoridades chinesas a abrir uma investigação, conforme noticiou a RENOVA.

Mais de 120 acadêmicos da comunidade científica da China assinaram uma declaração afirmando que “qualquer tentativa” de fazer mudanças em embriões humanos mediante modificações genéticas é “uma loucura” e que dar à luz a estes bebês acarreta “um alto risco”, informa a agência “EFE“.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...