- PUBLICIDADE -

China diz que coronavírus sofreu pelo menos 30 mutações

Rio de Janeiro confirma primeira morte por coronavírus
- PUBLICIDADE -

Vírus encontrado em infectados na Itália, Espanha e em Nova York é mais agressivo.

O novo coronavírus teria passado por mutações importantes durante o processo de proliferação pelo planeta, o que o tornou bem mais letal em algumas nações.

A informação foi proferida por cientistas da Universidade de Zhejiang, na China, que avaliaram amostras do vírus em 11 pacientes diagnosticados com o Covid-19.

Os pesquisadores descobriram pelo menos 30 mutações em comparação ao vírus encontrado no início da pandemia na China, sendo que 19 delas nunca haviam sido vistas anteriormente.

As cepas mais mortais encontradas pelos cientistas eram semelhantes às que se espalharam na Itália, na Espanha e em Nova York, nos Estados Unidos

Os pesquisadores ainda informaram que algumas dessas mutações elevaram a capacidade de o vírus invadir as células, enquanto outras mudanças o ajudaram a se multiplicar mais rapidamente no organismo das pessoas infectadas, destaca o jornal Metrópoles.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -