Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

China é acusada de usar trabalho escravo na Mongólia

China é acusada de usar trabalho escravo na Mongólia
COMPARTILHE

EUA diz ter "evidências conclusivas" de que a China usou trabalho forçado.

O governo dos Estados Unidos divulgou um comunicado, na última terça-feira (20), acusando o regime comunista da China de usar “trabalho forçado ou escravo” na Mongólia.

A mão de obra escrava estaria sendo usada pelos chineses para fabricar produtos que podem ser exportados para os Estados Unidos. Confira a íntegra do documento.

Os norte-americanos determinaram que há evidências suficientes para apoiar a conclusão de que extratos de estévia e derivados estão provavelmente sendo importados para os EUA após fabricação por meio de trabalho escravo.

A investigação foi lançada pelos EUA depois que uma ONG encaminhou denúncias de trabalho forçado em algum momento de 2016.

O governo Donald Trump não revelou a identidade da ONG ou discutiu as evidências específicas que foram fornecidas, mas disse que sua própria investigação produziu “evidências conclusivas” de que a operação chinesa usou trabalho forçado.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE