China eleva pressão sobre Taiwan com novos voos militares

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Taiwan se considera um país independente, mas a China vê o território como parte de sua nação.

A China realizou mais de 100 incursões aéreas militares na zona de identificação aérea de Taiwan nos últimos quatro dias.

A movimentação militar elevou a tensão entre os dois governos. 

Apenas nesta segunda-feira (4) foram 56 voos detectados, de acordo com o Ministério da Defesa de Taipé.

O governo taiwanês afirmou que, desde o início do mês de outubro, quando os chineses comemoram o dia nacional, um número cada vez maior de exercícios militares vêm sendo realizados por Pequim.

Entre as aeronaves que invadem o espaço aéreo de Taiwan, estão os modelos de caça J-16 e Su-30, além de bombardeiros com capacidade nuclear H-6, destaca a agência ANSA.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.