Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

China elogia ‘multilateralismo’ ao enviar US$ 30 milhões à OMS

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
China elogia ‘multilateralismo’ ao enviar US$ 30 milhões à OMS

“Apoiar a OMS em um momento crítico na luta global contra a pandemia é defender o multilateralismo”, diz China.

A China anunciou, nesta quinta-feira (23), que enviará US$ 30 milhões adicionais à Organização Mundial da Saúde (OMS).

A decisão acontece alguns dias após a decisão dos Estados Unidos de suspender sua contribuição financeira para a entidade internacional, acusando-a de ser complacente com o regime comunista em Pequim.

Geng Shuang, porta-voz da diplomacia chinesa, declarou:

“Servirá para a prevenção e controle da epidemia de Covid-19 e para apoiar o desenvolvimento dos sistemas de saúde em países menos ricos.”

De acordo com a agência France-Presse, o diplomata chinês acrescentou:

“Apoiar a OMS em um momento crítico na luta global contra a pandemia é defender os ideais e princípios do multilateralismo e defender o status e a autoridade das Nações Unidas.”

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email