Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

China equipa drones com lança-chamas para combater vespas

China equipa drones com lança-chamas para combater vespas
COMPARTILHE

Moradores e voluntários desenvolveram a estratégia para combater as temidas vespas.

Drones foram convertidos em lança-chamas no condado de Zhong, perto da cidade de Chongqing, no centro da China

Os equipamentos estão sendo utilizados numa campanha inflamada para erradicar mais de 100 ninhos de vespas. 

Blue Sky Rescue, um grupo de voluntários que realiza busca e resgate e outros trabalhos de emergência, se associou aos moradores nesta empreitada. 

Os chineses arrecadaram cerca de US$ 16.225 para comprar um drone e equipá-lo adequadamente com um lança-chamas. 

Vídeos divulgados pela Blue Sky Rescue mostram uma missão recente do drone.  

“As cinzas ardentes do ninho de vespas foram gradualmente descascando e caindo, e os residentes ao redor aplaudiram e elogiaram a equipe de resgate”, disse um artigo publicado num aplicativo de notícias local administrado pela TV estatal de Chongqing. 

Confira as imagens. 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
1 Comentário
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Rosa Lopes
Rosa Lopes
1 mês atrás

Nada que a China faça é sem motivo, tudo tem um objetivo e acredite se quiser, colocar lança-chamas em drones não tem nada haver com vespas.
O mundo tem que parar de fingir inocência e demência e acordar para o que a China está fazendo e criando.
Muitos judeus acharam que o que a Alemanha estava fazendo, era só “teoria da conspiração”, até acordarem em Auschwitz.
Muitos norte-coreanos acharam que os ditadores estavam fazendo era só “teoria da conspiração”, até não terem mais liberdade e não poderem mais fazer nada.

PUBLICIDADE