China fechou 6 mil sites e contas nas redes sociais em 2017

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Em 2017, as autoridades chinesas encerraram mais de 6.000 sites e contas nas redes sociais por publicação de conteúdo “indecente ou erótico”.


A pornografia é proibida na China.

A campanha para criar um “ambiente cultural saudável e limpo” obteve progresso notável em 2017, disse o relatório do Escritório Nacional Contra Publicações Pornográficas e Ilegais da China.

Alguns sites famosos de shows ao vivo foram fechados e um número de praticantes do setor foram detidos por produzir conteúdos eróticos, segundo o relatório.

Mais de 4,5 milhões de mensagens eróticas foram deletadas na internet a pedido do escritório durante o ano, enquanto os fornecedores de serviço online também retiraram, de forma automática, cerca de 20 milhões de mensagens semelhantes.

Além dos perfis que caíram no filtro pornográfico, vários portais de notícias também foram encerrados por publicar conteúdo considerado proibido pelo regime comunista.

 

Com informações de: (1)

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...