Português   English   Español
Português   English   Español

China legaliza campos para ‘reeducar’ muçulmanos

China legaliza campos para 'reeducar' muçulmanos
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O regime comunista da China tenta restringir a prática do islamismo; programa é acusado por entidades internacionais de ser uma lavagem cerebral.

A China passou os últimos meses negando a existência de campos de concentração para “reeducação” de minorias muçulmanas.

Nesta quarta-feira (10, no entanto, a região de Xinjiang transformou o envio de muçulmanos uigures para campos de internação em lei e aumentou a preocupação internacional.

O programa é acusado de ser uma lavagem cerebral. Durante séculos, o regime comunista da China buscou restringir a prática do islamismo. Agora, a medida está prevista em lei “para promover uma transformação ideológica e impedir o extremismo”.

“Os governos locais passam a poder estabelecer organizações de reeducação e modificação religiosa e outros centros de monitorização de atividades extremistas, com o objetivo de transformar a mentalidade de pessoas que possam ter sido afetadas por ideias extremistas”, escreve o South China Morning Post, citando a nova lei.

A perseguição do regime comunista contra as comunidades religiosas não é isolada apenas contra muçulmanos.

Conforme noticiado pela Renova Mídia, os cristãos também estão sofrendo com a intensa perseguição no país asiático.

Adaptado da fonte Estadão

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!