China minimiza eleições e ameaça manifestantes em Hong Kong

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Candidatos pró-democracia conquistaram quase 90% dos 452 assentos dos conselhos distritais em Hong Kong.

O regime comunista da China reafirmou, nesta segunda-feira (25), seu controle sobre o território de Hong Kong e fez novas ameaças aos manifestantes que estão nas ruas a mais de quatro meses.

Após a vitória esmagadora do bloco pró-democracia nas eleições distritais realizadas no último domingo (24), o ministro chinês de Relações Exteriores, Wang Yi, foi enfático:

“Não importa o quanto a situação em Hong Kong mude, é bastante claro que ela é parte do território chinês.”

E, segundo a revista Veja, acrescentou:

“Qualquer tentativa de minar sua estabilidade e prosperidade não vai ser bem-sucedida.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.