- PUBLICIDADE -

China mira mais exportações da Austrália após conflito sobre pandemia

China mira mais exportações da Austrália após conflito sobre pandemia
- PUBLICIDADE -

O regime chinês se ressente das críticas sobre o combate ao surto e costuma usar o comércio como ferramenta diplomática. 

A China estuda a imposição de novas restrições contra as exportações da Austrália. Vinho e laticínios estão na mira.

A medida seria uma significativa deterioração das relações entre os parceiros comerciais, que estão em atrito desde que o governo australiano pediu uma investigação acerca da origem da pandemia de coronavírus.

Autoridades chinesas elaboraram uma lista de outros possíveis produtos, como frutos do mar, aveia e frutas, que podem estar sujeitos a controles mais rigorosos, destaca a agência Bloomberg

A Austrália, que é a economia desenvolvida mais dependente da China, despertou a ira do Partido Comunista Chinês ao enfatizar a importância da investigação sobre a pandemia. 

A China já proibiu importações de carne de quatro frigoríficos australianos por razões “técnicas” e aplicou tarifas de mais de 80% sobre a cevada australiana, como noticiou a RENOVA.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -