Português   English   Español

China monitorando crianças nas escolas com scanners cerebrais

China vai monitorar crianças nas escolas com scanners cerebrais
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O regime comunista da China está testando scanners cerebrais para monitorar concentração de alunos em sala de aula.


A China adquiriu recentemente uma tecnologia que pode monitorar os níveis de atenção dos estudantes em uma escala gigantesca.

Os dispositivos tecnológicos Focus 1, desenvolvidos pela empresa norte-americana BrainCo, tem como objetivo o monitoramento da concentração através da leitura e da tradução dos sinais cerebrais.

A BrainCo assinou contrato com um distribuidor chinês para fornecer 20 mil dispositivos.

O fundador e CEO da BrainCo, Bicheng Han, disse ao jornal britânico “The Independent” que o plano é distribui-los entre os estudantes a fim de “capturar dados de 1,2 milhão de pessoas”.

A empresa dos Estados Unidos realizou um estudo recente em escolas chinesas em que 10 mil estudantes entre 10 e 17 anos usaram o dispositivo, de acordo com a revista científica “New Scientist“.

Os dispositivos tecnológicos estão sendo comercializados como um produto inovador que pode ajudar os professores a identificar alunos que precisam de ajuda adicional em sala de aula.

As observações são feitas através de sensores de eletroencefalografia (EEG) que detectam a atividade cerebral. As luzes incorporadas aos dispositivos piscam com cores diferentes, dependendo dos diferentes níveis de concentração do usuário.

O sistema de código de cores, por sua vez, alerta o professor para a atenção do aluno em sala de aula.

No entanto, como mencionou o “Epoch Times“, mesmo que a tecnologia forneça leituras precisas, ela desperta preocupações sobre as questões legais de proteção de dados e privacidade.

Além disso, o uso dessa tecnologia desafia os limites éticos sobre até que ponto as escolas podem e devem “treinar” as crianças.

Os resultados dos testes feitos na China ainda não foram publicados nas revistas especializadas.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...