Português   English   Español
Português   English   Español

China perde segundo lugar no ranking das Bolsas

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

A China deixou de ser o segundo maior mercado das Bolsas no mundo, posição que o país ocupava desde 2014, superada pelo Japão, em um contexto de tensões comerciais com os Estados Unidos.

O valor total de capitalização das Bolsas chinesas caiu na quinta-feira a 6,09 trilhões de dólares, menos que os 6,17 trilhões das Bolsas japonesas, de acordo com dados divulgados pela agência Bloomberg nesta sexta-feira (3).

Desde 2014, a China ocupava o segundo lugar em capitalização das Bolsas, atrás dos Estados Unidos, onde este mercado alcança o valor de 31 trilhões de dólares.

As Bolsas chinesas foram particularmente afetadas pela tensão comercial com o governo de Donald Trump. Desde o início do ano, a Bolsa de Xangai perdeu mais 16% de seu valor.

Para muitos analistas, as tarifas adotadas por Washington em julho sobre importações de produtos chineses no valor de 34 bilhões de dólares, assim como a ameaça de novas taxas, foram decisivas para a queda nas Bolsas chinesas, muito voláteis.

Com informações da Gaúcha ZH

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!