Português   English   Español
Português   English   Español

China perde segundo lugar no ranking das Bolsas

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

A China deixou de ser o segundo maior mercado das Bolsas no mundo, posição que o país ocupava desde 2014, superada pelo Japão, em um contexto de tensões comerciais com os Estados Unidos.

O valor total de capitalização das Bolsas chinesas caiu na quinta-feira a 6,09 trilhões de dólares, menos que os 6,17 trilhões das Bolsas japonesas, de acordo com dados divulgados pela agência Bloomberg nesta sexta-feira (3).

Desde 2014, a China ocupava o segundo lugar em capitalização das Bolsas, atrás dos Estados Unidos, onde este mercado alcança o valor de 31 trilhões de dólares.

As Bolsas chinesas foram particularmente afetadas pela tensão comercial com o governo de Donald Trump. Desde o início do ano, a Bolsa de Xangai perdeu mais 16% de seu valor.

Para muitos analistas, as tarifas adotadas por Washington em julho sobre importações de produtos chineses no valor de 34 bilhões de dólares, assim como a ameaça de novas taxas, foram decisivas para a queda nas Bolsas chinesas, muito voláteis.

Com informações da Gaúcha ZH

Compartilhe_

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias_

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email: