Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

China pretende resgatar setor de refino abandonado da Venezuela

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
China pretende resgatar setor de refino abandonado da Venezuela

Uma empreiteira chinesa concordou em recuperar a abandonada rede de refino da Venezuela para tentar aliviar a escassez de combustível.

A decisão da empresa da China potencialmente complica os planos do governo Donald Trump para a mudança de regime no país rico em petróleo, mas que sofre com uma severa crise econômica, política e social.

A Wison Engineering Services, uma empresa de construção e engenharia química com sede em Xangai, fechou um acordo no mês passado para realizar reparos nas principais refinarias da Venezuela em troca de derivados de petróleo, como o diesel, segundo informações do site Bloomberg.

As sanções financeiras dos Estados Unidos, destinadas a privar o atual regime de receitas, contribuíram para a decisão de reativar um setor de refino doméstico prejudicado há anos pela má administração da ditadura de Nicolás Maduro.

O regime chavista estava com dificuldades de contornar o bloqueio econômico dos EUA, mesmo antes de o governo norte-americano anunciar mais restrições em 5 de agosto.

No mês passado, a petroleira estatal PDVSA estava importando gasolina da Rússia através de Malta para aliviar a escassez do combustível, uma rota lenta e cara para o país.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email