China, Etiópia e Indonésia proíbem voos com Boeing 737 MAX 8

Idiomas:

Português   English   Español
China proíbe voos locais com Boeing 737 MAX 8
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Após queda de avião na Etiópia que deixou 157 mortos, a China ordenou que todas as companhias aéreas do país suspendam os voos locais com o modelo Boeing 737 MAX 8.

A tragédia deste domingo (10) foi o segundo acidente aéreo em 5 meses com este modelo da Boeing, que é a versão mais recente do avião comercial mais vendido no mundo.

No final de outubro de 2018, uma aeronave da indonésia Lion Air caiu deixando 189 pessoas mortas.

A Administração da Aviação Civil da China informou em comunicado que avisaria as companhias quando os voos poderiam ser retomados, registra o G1.

A Ethiopian Airlines também anunciou que suspendeu o uso do 737 MAX 8 em seus voos.

A diretora geral de transporte aéreo da Indonésia, Polana B. Pramesti, também anunciou a determinação para os aviões do modelo 737 Max 8 não decolassem.

O MAX 8 faz parte da quarta geração do 737 – é destinada a voos curtos e de médio alcance.

O primeiro voo é de 2016, e a aeronave começou a ser entregue há dois anos. Nos dois acidentes, o avião caiu minutos após a decolagem.

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as últimas notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque