Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

China sai em defesa da atuação da OMS na pandemia de coronavírus

China defende OMS após críticas de Donald Trump
COMPARTILHE

“Tentativas de atacar ou chantagear a OMS serão rejeitadas pela comunidade global”, diz o chanceler chinês.

Wang Yi, ministro das Relações Exteriores da China, afirmou, neste domingo (24), que qualquer ação judicial movida contra o país sobre a pandemia do novo coronavírus tem “zero base factual e de direito internacional”. 

Em entrevista¹ coletiva, Wang disse que as nações que “jogam lama” na Organização Mundial da Saúde (OMS) vão ficar manchadas na história:

“Quanto à posição internacional da OMS e seu lugar na história, tenho certeza que as pessoas pelo mundo chegarão a uma conclusão justa, que não será alterada apenas porque algum país não gosta [da entidade].”

Wang reforçou² a defesa da OMS contra as críticas do governo Donald Trump, alertando que os Estados Unidos não devem tentar minar a entidade internacional através da retenção de fundos: 

“A OMS não atende a nenhum país em particular e não deve olhar para nenhum país que ofereça mais recursos do que outros. Tentativas de atacar ou chantagear a OMS serão rejeitadas pela comunidade global.”

Referências: [1][2]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários