China planejando enviar tropas para ajudar Assad na luta contra extremistas na Síria

Na semana passada, durante uma reunião com representante do governo sírio, o ministro das Relações Exteriores da China elogiou os esforços da Síria no combate aos extremistas islâmicos.

China está cada vez mais preocupada com a presença de militantes islâmicos na região do Turquestão Oriental, que foram avistados ajudando jihadistas da Síria tentando derrubar Bashar al-Assad.

O regime sírio também afirmou que cerca de 5.000 combatentes de origem uigur, uma minoria étnica muçulmana que as autoridades chinesas acusam regularmente de terrorismo, chegaram na Síria, passando ilegalmente pelo Sudeste Asiático e Turquia.

O Ministério da Defesa da China pretende enviar duas unidades conhecidas como “Tigres da Sibéria” e os “Tigres da Noite” das Forças de Operações Especiais para ajudar o exército sírio no combate aos extremistas.

 

Com informações de: (1)
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *