Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Cidadãos da Itália podem ter que usar pulseira eletrônica

Cidadãos da Itália podem ter que usar pulseira eletrônica
COMPARTILHE

A pulseira é apresentada como um relógio de pulso, mas também pode ser transformada em uma espécie de chave eletrônica.

Uma empresa da Itália desenvolveu uma pulseira eletrônica que vem sendo apontada pela imprensa local como uma das armas para vencer a batalha contra o coronavírus.

A pulseira alerta o usuário quando a distância de segurança entre indivíduos não é suficiente e rastreia os contatos de uma pessoa que deu positivo para Covid-19.

Batizado de “Labby Light”, o sistema foi desenvolvido pela empresa MetaWellness, com sede em Bari, em Pullas, na parte do sul do território italiano.

De acordo com a agência France-Presse, o sistema também pode ser usado em fábricas e empresas como um instrumento que permite que os funcionários trabalhem com calma, sem medo de contágio. 

A pulseira é apresentada como um relógio de pulso, mas também pode ser transformada em uma espécie de chave eletrônica para carregar na bolsa ou em um chip escondido atrás da máscara de proteção.

O equipamento, que custa 25 euros, emite uma vibração quando a distância de segurança de 1 metro é violada em relação a outros usuários e também registra todos os contatos que teve.

“Recebemos pedidos de resorts, de redes de hotéis, escolas e empresas”, disse Antonello Barracane, gerente da MetaWellness.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários