Cidadãos de Paris ameaçam greve de fome caso governo não retire acampamento de imigrantes ilegais

Moradores de região da cidade luz enviaram carta ao presidente Macron ameaçando greve de fome caso cerca de 40 mil imigrantes ilegais não sejam retirados do local.

Muitos residentes dos distritos 10 e 19, localizados perto da famosa Basílica do Sacré-Cœur, já venderam seus apartamentos e negócios por preços baixíssimos apenas para escapar da área. Um deles afirmou que não conseguiu mais suportar as calçadas com cheiro de urina.

Um comerciante disse: “De manhã, temos que pisar sobre os colchões na nossa porta. Não podemos mais receber clientes. Nossos funcionários são constantemente ameaçados”.

Pierre Vuarin, o porta-voz dos moradores da região, deu um ultimato ao governo francês:

Se não forem tomadas medidas para fechar este campo de refugiados até 1º de janeiro, estaremos iniciando uma greve de fome.

 

Com informações de: (1)
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia