Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Cidade do RS apoia caminhoneiros e comércio fecha as portas

COMPARTILHE

Com economia baseada na agricultura, especialmente na produção de abacaxi e banana, a cidade de Terra de Areia, a 122 km de Porto Alegre, com 11.000 habitantes, parou na manhã desta quinta-feira (24).

Os moradores decidiram apoiar a paralisação dos caminhoneiros contra o aumento do preço dos combustíveis.

A maior parte do comércio fechou as portas e a prefeitura não teve expediente – apenas atendimento de saúde e educação foram mantidos.

Em frente a um posto de gasolina com caminhões parados, moradores da cidade cantaram o hino nacional e seguravam cartazes com dizeres como “estamos unidos pela mesma luta”.

De acordo com informações da VEJA:

“O protesto dos caminhoneiros é válido porque o aumento do preço dos combustíveis atinge todas as pessoas, não só os motoristas. Toda a população tem que apoiar. Se outros locais apoiarem como fizeram os moradores de Terra de Areia, algo pode mudar”, disse à reportagem o presidente da Câmara de Vereadores da cidade, Diogo Franco de Souza (MDB).

Enquanto estabelecimentos comerciais e públicos fecharam as portas, centenas de caminhoneiros que ajudam a escoar a produção de frutas da localidade ficaram estacionados em um posto de gasolina. Segundo o gerente comercial do posto Jam, Rafael Fonseca, não há mais gasolina para venda. Há, porém, diesel, já que os caminhoneiros não estão abastecendo.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários