Cidade dos EUA estuda proibir tecnologia de reconhecimento facial

Idiomas:

Português   English   Español
Cidade dos EUA estuda proibir tecnologia de reconhecimento facial
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Defensores da privacidade estão propondo uma proibição do uso da tecnologia de reconhecimento facial na cidade de Oakland, nos Estados Unidos.


O objetivo é proibir o uso de “qualquer tecnologia de reconhecimento facial” e impedir que qualquer informação obtida através dela seja utilizada.

Brian Hofer, presidente da Comissão de Privacidade de Oakland, disse que a Procuradoria de São Francisco e o Departamento do Xerife da Comarca de Alameda já relataram o uso da tecnologia no combate à criminalidade.

Segundo a CBS, Hofer declarou:

“Precisamos limitar isso agora. Estamos caminhando para alterar a [Lei de Privacidade de Oakland] para proibir o uso da tecnologia de reconhecimento facial por causa dos perigos que ela possui.”

Siga a RENOVA no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

E acrescentou:

“Sabemos que tem uma taxa de erro muito alta, especialmente para mulheres e pessoas de cor. Quanto mais escura a sua pele é, mais problemas ela tem em identificar você.”

Críticos do reconhecimento facial temem que a tecnologia não apenas cometa erros, mas também tire o anonimato dos cidadãos dos Estados Unidos.

“Sempre que eles passarem o seu resto pelo software, tenho certeza de que ele registrará seu endereço, o horário e tudo mais, para que assim seja mantido um controle sobre todos”, disse Richard Hogan, um defensor da proposta de proibição.

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...