Cidade italiana tem apenas 100 habitantes, mas agora abriga 113 imigrantes ilegais

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Cidade de Corvione di Gambara agora é lar de mais imigrantes ilegais do que residentes italianos.

De acordo com a conselheira de segurança regional, Simona Bordonali, o governo da Itália, o prefeito da esquerda e profissionais de imigração são responsáeis por este desastre.

Durante anos, os imigrantes ilegais ficaram hospedados no antigo restaurante da cidade, que tinha uma capacidade máxima para 90 pessoas. Mas o governo continuou empurrando sua agenda e o número agora já chega nos 113.

Os migrantes são de Bangladesh, Costa do Marfim e outros países africanos. Sua presença é fortemente criticada por Simone Zanetti, uma representante local do partido anti-imigração Lega Nord.

Simone disse que o município tem capacidade para abrigar apenas 12 migrantes. Ela culpa o prefeito esquerdista pelo aumento da imigração:

Em vez de combater a situação, ele está distribuindo novos cartões de identidade para os imigrantes.

Esta não é a primeira cidade italiana com mais imigrantes do que habitantes, semanas atrás publicamos sobre o pequeno vilarejo de Vaccarozzi di Erbezzo, que também está sofrendo com a imigração discriminada.

 

Com informações de: (1)

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.