Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Cientista da Rússia é acusado de espionagem a favor da China

Cientista da Rússia é acusado de espionagem a favor da China
COMPARTILHE

Advogado diz que cliente só levava à China documentos relacionados com suas pesquisas e seus cursos.

Investigadores da Rússia acusaram, nesta segunda-feira (15), de traição um cientista, especialista do Ártico, por supostamente ter transmitido segredos de Estado para a China.

Valeri Mitko, presidente da Academia de Ciências do Ártico de São Petersburgo, está sob prisão domiciliar desde sua acusação em fevereiro.

O pesquisador, 78 anos, está sendo acusado¹ de ter fornecido informações secretas à Pequim durante suas viagens ao país asiático, onde ia com frequência para dar aulas.

As acusações de “traição ao Estado”, negadas por Mitko, podem acarretar a uma prisão de 20 anos em território russo.

Os investigadores não detalharam quais tipos de informações foram transmitidas pelo cientista. Jornais locais afirmaram que se tratava de informações sobre os métodos de detecção de submarinos.

Referências: [1]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários