PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Cientistas conseguem filmar lulas gigantes no fundo do mar

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

As lulas gigantes vivem em profundidades de mais de 400 metros, onde não há luz solar.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Uma tecnologia inovadora está sendo utilizada para filmar Architeuthis dux, conhecido popularmente como lula gigante, no fundo do mar. 

Esta é a maior espécie de invertebrado conhecida pelo homem, podendo atingir até 14 metros de comprimento. 

O estudo, que está sendo feito por cientistas da Associação para Pesquisa e Conservação dos Oceanos, inclui uma série de vídeos em que é possível ver o animal.

O material em vídeo, no entanto, ainda não foi divulgado pelos pesquisadores.

As lulas gigantes vivem em profundidades de mais de 400 metros, onde a luz do Sol quase não chega. 

Para conseguir se adaptar a essa escuridão, estes moluscos desenvolveram olhos gigantescos, que podem atingir até 30 centímetros de diâmetro.

As lulas gigantes têm os maiores olhos do mundo animal. 

Para filmar estes animais em locais tão profundos, os pesquisadores criaram a e-Jelly, uma imitação de água-viva com uma série de neons azuis. 

As imagens abaixo foram captadas por este equipamento em águas profundas na costa do Japão e dos Estados Unidos.

Foto: Divulgação/Ocean Research & Conservation Association
Foto: Divulgação/Ocean Research & Conservation Association
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.