Cientistas encontram quase 8 mil fórmulas diferentes em cervejas

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

"A cerveja é um exemplo de enorme complexidade química.

A química básica da fermentação é bem compreendida pela humanidade. É por isso que fabricamos cerveja há milênios.

Agora, graças a técnicas avançadas, os cientistas continuam a aprender mais e mais sobre os diversos compostos químicos que resultam em diferentes tipos da bebida. 

Recentemente, cientistas da Alemanha identificaram quase 8 mil fórmulas químicas diferentes e dezenas de milhares de moléculas únicas em 400 cervejas comerciais de 40 nações.

As informações foram divulgadas em um artigo publicado no periódico científico Frontiers in Chemistry.

O feito foi alcançado pelos alemães através de um novo método que consegue analisar uma amostra de cerveja em apenas 10 minutos — com a combinação de duas técnicas de espectrometria de massas.

A análise é a mais profunda já feita da impressionante diversidade química de estilos populares de cerveja.

A cerveja é um exemplo de enorme complexidade química“, enfatizou o coautor do estudo, Philippe Schmitt-Kopplin, da Universidade Técnica de Munique

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.