Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Cientistas usam rede neural para prever eventos climáticos extremos

REDAÇÃO RENOVA Mídia

REDAÇÃO RENOVA Mídia

Cientistas usam rede neural para prever eventos climáticos extremos
COMPARTILHE

Em experimentos, o sistema acertou as previsões com um índice surpreendente de 85%.

Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Rice, no Texas, nos Estados Unidos, desenvolveu um sistema de deep learning (aprendizagem profunda) capaz de prever a ocorrência de ondas de calor e tempestades.

A tecnologia foi treinada com base em milhares de pares de mapas que indicam temperatura e a pressão do ar de determinada área. 

Ao longo do tempo, o sistema conseguiu absorver as características de ondas de frio e de calor que podem levar a condições climáticas extremas.

Imagem: Mario Norton/Rice University Digital Media Commons

Logo após o treinamento, os pesquisadores norte-americanos usaram mapas novos que, até então, eram desconhecidos ao sistema.

Eles então solicitaram à tecnologia previsões de cinco ocorrências de fenômenos extremos. O sistema acertou com um índice surpreendente de 85%.

Para fazer as previsões, ela utiliza uma rede neural em cápsulas. Pedram Hassanzadeh, coautor do estudo, declarou:

“Quando você detecta essas ondas de calor e correntes de frio, se você olhar para o mapa climático, provavelmente vai constatar comportamentos incomuns, como ondas extensas ou grandes sistemas de alta pressão que não se movem como deveriam.”

E, segundo o site Olhar Digital, acrescentou:

“Entendemos que isto era um problema de reconhecimento de padrões. Então, decidimos tentar reformular a previsão do tempo extremo como um problema de reconhecimento de padrões, em vez de um problema numérico.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM