Jihadistas mais procurados do ISIS capturados em operação conjunta

A operação é uma grande vitória militar do Secretário de Defesa, Jim Mattis, e serve como excelente publicidade para a política externa do presidente dos Estados Unidos Donald Trump.

Uma operação conjunta entre forças militares dos Estados Unidos e Iraque terminou com a captura de cinco líderes jihadistas do grupo Estado Islâmico.

O presidente norte-americano Donald Trump celebrou o resultado da ação militar através de sua conta pessoal no Twitter.

De acordo com informações do Ny Times:

Cinco líderes do Estado Islâmico foram capturados, incluindo um importante assessor do líder do grupo, em um complexo ataque transfronteiriço realizado por inteligência iraquiana e americana, disseram duas autoridades iraquianas na quarta-feira.

A operação de três meses, que acompanhou um grupo de altos líderes do Estado Islâmico que se escondia na Síria e na Turquia, representa uma vitória significativa da inteligência da coalizão liderada pelos EUA que luta contra o grupo extremista e ressalta o fortalecimento da relação entre Washington e Bagdá.

Dois funcionários da inteligência iraquiana disseram que os capturados incluem quatro iraquianos e um sírio cujas responsabilidades incluem governar o território do Estado Islâmico em torno de Deir al-Zour, na Síria, dirigindo a segurança interna e administrando o órgão administrativo que supervisiona as decisões religiosas.

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *