Cingapura isola ilha para cúpula histórica entre Trump e Kim

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O país asiático Cingapura incluiu nesta terça-feira (5) a ilha turística de Sentosa, localizada no sul de seu território, em uma área especial designada para a cúpula histórica entre Trump e Kim.

A reunião entre o presidente dos Estados Unidos e o ditador da Coreia do Norte está agendada para o dia 12 de junho às 9 da manhã.

Na segunda-feira (4), Cingapura declarou uma região central que abriga o Ministério das Relações Exteriores, a embaixada dos EUA e vários grandes hotéis como uma zona especial para o período entre 10 e 14 de junho.

O governo informou no Diário Oficial que a zona ampliada incluirá Sentosa e um trecho de mar de mais de 1 quilômetro de seu litoral sudoeste.

Uma área menor no centro da ilha que inclui o hotel Capella, citado pela mídia como possível local das conversas de 12 de junho, contará com uma presença policial maior.

 

Com informações de BOL

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.