PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Ciro vs Lula: cresce atrito na esquerda

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Um comentário recente de Ciro gerou forte repúdio de lideranças do PT.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, explicou o motivo de ter optado por viajar a Paris, na França, enquanto o 2º turno das eleições de 2018 era disputado entre Jair Bolsonaro e Fernando Haddad.

Em entrevista recente ao humorista Rafinha Bastos, Ciro disse não ser obrigado a “votar em bandido“:

“Não vem com barulho. Não vale ‘foi pra Paris’, não. Eu fui para Paris e vou cem vezes todas as vezes que me obrigarem a votar em bandido. Eu não sou obrigado, eu sou um cidadão que escolho o meu candidato pela melhor proposta que ele representa.”

O comentário de Ciro gerou forte repúdio de lideranças do Partido dos Trabalhadores (PT).

Em conversa com o jornal Folha, o ex-coordenador do setorial jurídico do PT, Marco Aurélio de Carvalho, afirmou que Ciro se comporta como um coronel da velha política ao proferir ataques ao ex-presidente Lula da Silva e a seus aliados:

“Admiráveis, entretanto, as posturas do presidente Lula e do próprio Haddad. Mesmo diante de agressões tão baixas e injustas, permanecem dialogando com afeto e estão de braços abertos conectados com o sentimento do povo e com o compromisso de construir uma frente verdadeiramente ampla para lutar pela democracia.”

O jurista disse ainda que CIro é um dos grandes aliados do bolsonarismo no Brasil:

“Ele escolheu um campo para se alinhar, e infelizmente não é o campo progressista e muito menos o campo democrático.”

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.