- PUBLICIDADE -

Ciro xinga promotor de São Paulo que aceitou processo contra ele

- PUBLICIDADE -

O pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, criticou nesta terça-feira (17) o Ministério Público Estadual de São Paulo por solicitar abertura de inquérito policial contra ele.

A declaração foi dada em São Paulo durante sabatina feita pela Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos (Abimaq):

Um promotor aqui de São Paulo resolve me processar por injúria racial. E pronto, um filho da puta desse faz isso. Ele que cuide de gastar o restinho das atribuições dele, porque se eu for presidente essa mamata vai acabar.

O MP-SP pediu abertura de inquérito do processo contra Ciro Gomes movido pelo vereador paulista Fernando Holiday (DEM). O pedetista é acusado de injúria racial.

Em entrevista feita em abril à rádio Jovem Pan, Ciro chamou Holiday de “capitãozinho do mato”. Na ocasião o presidenciável falava sobre a possibilidade de aliança com o DEM.

Com informações de Poder360
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -