PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Clooney é fantoche de Soros, diz premiê da Hungria

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

"Vejam Bolsonaro no Brasil, ou Orbán na Hungria. Olhem ao redor. Muita raiva e ódio", disse Clooney.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O ator norte-americano George Clooney criticou o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e o primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán, durante entrevista à revista GQ.

Ao falar sobre seu novo filme, “The Midnight Sky“, uma ficção científica pós-apocalíptica, Clooney afirmou:

“Vejam Bolsonaro no Brasil, ou Orbán na Hungria. Olhem ao redor. Muita raiva e ódio. [O filme] acontece em 2049. Se você o levasse a ferro e fogo, isto poderia muito bem ser o que nossa realidade é, se deixarmos este tipo de ódio supurar.”

Em resposta, o premiê húngaro acusou o ator de ser fantoche do multibilionário húngaro-americano George Soros.

Recentemente, como noticiou a RenovaMídia, Orbán classificou Soros como uma das pessoas mais corruptas do mundo.

Já o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Hungria, Tamás Menczer, afirmou que os comentários de Clooney foram “tolos” e “sem sentido”.

Em conversa com a imprensa local, o porta-voz do governo, Örs Farkas, acrescentou:

“É muito decepcionante que haja figuras, até mesmo figuras apolíticas, que executam as intenções políticas de Soros.”

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.