PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

‘Cloroquina mostra redução de tempo em leito de UTI’, diz Mandetta

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O remédio está liberado para uso em pacientes graves e em ambiente hospitalar no Brasil.

O ministro da Saúde, Henrique Mandetta, afirmou, nesta terça-feira (31), que um estudo mostrando os efeitos da cloroquina em pacientes com coronavírus que estão em estado grave será publicado nas próximas horas.

Em entrevista coletiva, Mandetta disse que a pesquisa revela que o uso do medicamento diminuiu o tempo médio de internação em UTI.

“É um primeiro passo que ajuda na conta dos leitos”, afirmou Mandetta, segundo o site Metrópoles.

O ministro enfatizou que não há qualquer evidência científica de que a cloroquina tenha ação profilática, ou seja, de prevenção, ou em casos leves da Covid-19, doença causada pelo vírus.

Os laboratórios químicos das Forças Armadas do Brasil aumentaram a produção de álcool em gel e de cloroquina. A produção em caráter emergencial acontece de forma conjunta em três laboratórios localizados no Rio de Janeiro, como noticiou a RENOVA.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.