- PUBLICIDADE -

Clube Militar diz que STF age ‘como nas ditaduras’

Clube Militar diz que STF age 'como nas ditaduras'

- PUBLICIDADE -

Em artigo recente, Clube Militar diz que Supremo age contra liberdade de expressão “como nas ditaduras”.

O Clube Militar publicou um artigo nesta quarta-feira (17) em defesa da democracia e da liberdade de expressão, com críticas duras ao Supremo Tribunal Federal (STF).

O artigo, intitulado “E agora, José?”, afirma que “somente nas ditaduras […] a liberdade constitucional de expressão, defendida e alardeada, só é admitida para falar positivamente” e questiona se esse tipo de ato não seria “ditadura da toga”.

Como os militares da ativa não podem falar, o pensamento da categoria, principalmente em questões mais delicadas, é expresso por meio de editoriais do Clube Militar.

No que diz respeito ao mandado de busca e apreensão na casa do general Paulo Chagas, por causa de mensagens com críticas a ministros do STF, o Clube Militar declarou:

“Acabamos de viver um dia negro, nebuloso, em que a perplexidade tomou conta da população, face às notícias emanadas do Supremo Tribunal Federal, maior, ou pretensamente maior, autoridade de Justiça da Nação.”

O Clube Militar afirma que um de seus membros foi “tolhido em seus legítimos direitos constitucionais em ação, ditatorialmente, editada”.

E, segundo o Estadão, acrescenta:

“Começamos a temer pelas verdadeiras causas de tudo isso. Muitas são as notícias que envolvem os atores”.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -