Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

CNJ recomenda que Judiciário cumpra suas ordens mesmo contra decisão judicial

CNJ recomenda que Judiciário cumpra suas ordens mesmo contra decisão judicial
COMPARTILHE

A recomendação do ministro Martins praticamente abole a Justiça, pois afirma que o CNJ está acima de todos os tribunais, incluindo o STJ, com exceção do STF.

O Corregedor Nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, mandou os tribunais cumprirem as decisões e atos normativos do CNJ, “ainda que exista ordem judicial em sentido diverso”.

O órgão recomenda aos TJs, Tribunais Regionais Federais, Trabalhistas e Militares que deem cumprimento aos atos normativos e às decisões proferidas pela Corregedoria Nacional de Justiça, ainda que exista ordem judicial em sentido diverso, salvo se advinda do Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com os site Migalhas, a recomendação considera “a necessidade de preservar a autoridade das decisões do CNJ e da Corregedoria Nacional de Justiça, em matérias de sua competência, diante da possibilidade de ser proferida decisão judicial em sentido diverso, e com vistas a garantir a segurança das relações jurídicas.”

Não seguir a recomendação pode levar a responsabilização pela Corregedoria, avisa a norma, registra os site Conjur.

Segundo o site O Antagonista, a recomendação é um “escândalo” pois cria “uma instância paralela, o que equivale a abolir a Justiça”.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE