Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

CNN entra em colapso com resultado da investigação Trump-Rússia

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
CNN entra em colapso com resultado da investigação Trump-Rússia

A emissora CNN entrou em colapso após relatório final da investigação de Mueller confirmar que não houve conluio entre Trump e a Rússia.

A CNN está fazendo a cobertura nesta quinta-feira (18) da divulgação do relatório do procurado especial Robert Mueller com um painel composto por oito pessoas que concordam totalmente umas com as outras.

O jornalista Glen Greenwald utilizou a rede social Twitter para fazer observações relevantes:

“Eu honestamente nunca tinha visto este tipo de colapso midiático que estou vendo na CNN. Eles estão tão envolvidos emocionalmente com a narrativa que eles pressionam há mais de 2 anos. Eles sabem o que Mueller fez e como isso sempre refletirá sobre eles.”

Ele acrescentou:

“A CNN tem 8 pessoas falando sobre isso e todas elas concordam veementemente umas com as outras em cada coisa. Esta tem sido uma parte importante do problema desde o início.”

A credibilidade da CNN está no fundo do poço após a confirmação do Secretário de Justiça dos EUA, William Barr, de que ninguém ligado à campanha de Donald Trump conspirou com a Rússia para interferir na eleição presidencial, como você viu na RENOVA.

“A investigação não estabeleceu que membros da campanha conspiraram ou coordenaram com o governo russo”, concluiu Barr.

Com a conclusão da investigação podemos afirmar que a emissora CNN, que rotineiramente rotula jornais independentes como “fake news”, passou os últimos dois anos vendendo a maior falsa narrativa da história da política moderna.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email