Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

CNN pagará indenização a estudante pró-Trump vítima de difamação

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
CNN pagará indenização a estudante pró-Trump vítima de difamação

A emissora norte-americana entrou em acordo judicial após o “sofrimento emocional que Nicholas e sua família sofreram”.

A emissora CNN entrou em acordo em um processo de difamação multimilionário movido pelo estudante Nick Sandmann, da Covington Catholic High School, por causa de uma cobertura enviesada de um confronto que viralizou nas redes sociais. 

O estudante e outros membros do seu grupo foram alvos de ofensas proferidas por ativistas raciais, mas a CNN retratou o adolescente de Kentucky como o agressor.

CNN fechou um acordo com Sandmann na última terça-feira (7) por um valor não divulgado à imprensa, informa a emissora Fox News.

A defesa do estudante buscou indenização de US$ 250 milhões em processo por difamação pelo “sofrimento emocional que Nicholas e sua família sofreram” como consequência da reportagem da CNN.

O advogado de Sandmann, Todd McMurtry, se recusou a comentar o valor ou outros elementos do acordo fechado com a CNN.

McMurtry disse à emissora Fox News que ações contra “até 13 outros réus serão ajuizadas em 30 a 40 dias”. Entre eles estão: ABC, CBS, The Guardian, The Huffington Post, NPR, Slate e The Hill.

A emissora CNN e outros veículos retrataram o incidente acusando Sandmann e os outros adolescentes de terem agido de forma racista.

Mais tarde, imagens adicionais revelaram que um grupo de “israelitas hebreus negros” havia provocado o confronto disparando insultos raciais contra os estudantes que aguardavam o ônibus.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email